Lomadee

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2007

Os 10 piores games de todos os tempos

Os 10 piores games de todos os tempos

Os 10 piores jogos foram ranqueados com base em fatores complexos, precisos e científicos, procurando por coisas como jogabilidade ruim, estética grosseira, criadores sem a mínima idéia do que fazer, conceitos mal acabados e impacto negativo geral na humanidade; ainda foram considerados a quantidade de comentários impublicáveis recebidos sobre algum título em particular.

1 - E.T.: The Extra-Terrestrial (Atari, 1982)
Plataforma: Atari 2600

2 - Super Columbine Massacre RPG (Danny Ledonne, 2005)
Plataforma: Windows

3 - Custer's Revenge (Mystique, 1982)
Plataforma: Atari 2600

4 - Daikatana (Eidos Interactive, 2000)
Plataformas: Windows, Nintendo 64, GameCube

5 - Pac-Man (Atari, 1981)
Plataforma: Atari 2600

6 - Smurf Rescue (Coleco, 1982)
Plataformas: ColecoVision, Atari 2600

7 - Shaq Fu (Electronic Arts, 1994)
Plataformas: Sega Game Gear, Sega Genesis, Super Nintendo, Amiga, GameBoy

8 - Make My Video (Digital Pictures, 1992)
Plataforma: Sega CD

9 - Prince of Persia: Warrior Within (Ubisoft, 2004)
Plataformas: PlayStation 2, Xbox, GameCube, Windows, Celular, PlayStation Portable (como Prince of Persia: Revelations)

10 - Elf Bowling (NStorm, 2005)
Plataforma: Nintendo DS



Fonte: PC World

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

Cientista prevê direitos humanos para robôs

Cientista prevê «direitos humanos» para robôs


Londres - Segundo um relatório do Governo britânico afirma que robô podem e devem, no futuro, usufruir do que hoje se consideram «direitos humanos», avançou o «Financial Times».

A previsão, segundo o jornal económico britânico, foi apresentada pelo cientista do governo, David King, num relatório de 270 páginas no qual elabora as projecções para o mundo dentro de 50 anos.

O mesmo relatório aponta que em 2056, «chineses andarão sobre a Lua, o mundo terá que ser dividido em blocos monetários depois de um choque de câmbio, e até robôs terão de votar».

«Se criarmos robôs conscientes, eles vão querer ter direitos, e provavelmente deveriam tê-los», disse ao «Financial Times um investigador do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos Estados Unidos.

«É também lógico que tais direitos correspondam a obrigações cidadãs, incluindo votar, pagar impostos e cumprir o serviço militar obrigatório», acrescenta o prestigiado jornal que acrescenta que entre os benefícios estariam ainda auxílios de complemento de renda e, possivelmente, um sistema de saúde de robôs, para consertar as máquinas desgastadas pelo tempo.


Fonte: Jornal Digital

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Devotos de Zeus fazem 1º culto legal em 1,6 mil anos

Devotos de Zeus fazem 1º culto legal em 1,6 mil anos


Pela primeira vez em 1,6 mil anos, devotos dos antigos deuses gregos realizaram neste domingo uma cerimônia oficial no Templo de Zeus, na capital da Grécia, Atenas.
Esta foi a primeira cerimônia considerada legal no templo desde que a religião grega foi colocada na ilegalidade pelos romanos, e é realizada depois que uma decisão judicial no ano passado considerou legítima a crença dos devotos.

Centenas de pessoas participaram do culto, em que os devotos se vestiram como guerreiros atenienses e cantaram hinos pedindo a Zeus que traga paz ao mundo. Uma multidão se concentrou no local para ver sacerdotes e sacerdotizas, que consideraram o evento um símbolo de seus direitos civis.

A Igreja Ortodoxa Grega disse que o que ocorreu foi meramente a ressurreição de uma religião degenerada morta.

Pressões

Em 2003, devotos vestidos de branco realizaram um culto ilegal no Templo de Hefesto, próximo à Acrópole.

Na época, eles foram afastados do local por funcionários do Ministério da Cultura.

Um dos líderes do culto, Doretta Peppa, uma escritora que se apresenta como alta sacerdotiza, disse que os templos foram construídos para respeitar os deuses e agora eles passarão a ser utilizados adequadamente.

Peppa afirmou que recebeu permissão oficial para usar as instalações, mas há temores de que o Ministério da Cultura, que administra o monumento, pode acabar cedendo a pressões da igreja.

O presidente da Associação de Clérigos Gregos, padre Efstathios Kollas, qualificou os seguidores dos deuses olímpicos como um punhado de míseros ressucitadores de uma religião degenerada morta, que desejam a volta dos montruosos delírios sinistros do passado.

Peppa e seus seguidores querem ter os direitos dos druidas britânicos, que realizam cerimônias em Stonehenge, e dos holandeses devotos de Thor e dos deuses nórdicos. Eles têm permissão para realizar casamentos, batismos e funerais.

terça-feira, 16 de janeiro de 2007

Curiosidades

Curiosidades

De onde vêm as runas

As runas carregam símbolos que formam um alfabeto muito antigo provavelmente criado pelos povos germânicos. O código rúnico, que também é também conhecido por futhark, palavra formada pelo nome de suas primeiras letras, assim como alfabeto (alpha + beta), espalhou-se da Europa Central e Oriental para o Norte há cerca de quatro mil anos. Lá, foi adotado por diversas culturas, incluindo os vikings, e sofreu modificações de acordo com a necessidade de se adicionar novos significados. O alfabeto original possuia 24 signos e nunca foi usado como língua falada. Sua escrita pode ser feita em ambos os sentidos e não possui letras minúsculas. O valor místico das runas é tão antigo quanto sua existência, pois desde sua origem são usadas como símbolos mágicos por adivinhadores do futuro. No passado, cada signo possuia uma relação direta com determinado deus.

Hábito de fumar foi levado dos índios norte-americanos para a Europa por um inglês

O hábito de fumar foi adquirido dos índios norte-americanos pelos colonizadores ingleses. Foi levado à Inglaterra por Walter Raleigh e dali se difundiu pela Europa. Conta-se que um criado, ao ver Raleigh soltando fumaça pela boca e pelo nariz, jogou-lhe uma jarra de cerveja, pois pensou que estivesse prendendo fogo.

Prevendo o futuro

O homem, esse bicho intrinsecamente curioso, desde a pré-história desenvolve técnicas para predizer o futuro. Sempre preocupado em ser bem-sucedido, tenta ler de alguma forma os sinais que trazem um bom ou mau agouro. Se suas técnicas funcionam ou não, apenas quem as usa pode dizer. O que podemos afirmar, com total certeza, é que muitas delas são extremamente interessantes. Estamos familiarizados com algumas formas de previsões, como a astrologia (leitura dos atros), a cartomancia (por baralhos) e a quiromancia (leitura das mãos), porém há muitas outras sendo usadas por aí.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

As mais loucas viagens de volta ao mundo!

As mais loucas viagens de volta ao mundo!


De barco, de avião, de bicicleta e até a pé! Vale tudo para vencer o maior desafio de todos os viajantes: completar uma volta no planeta. Esse tipo de aventura rola há séculos. Mas nem sempre acaba bem...

A primeira vez a gente nunca esquece
Viajante: Fernão de Magalhães, navegador português
Grande Feito: Primeira volta ao mundo
Quanto Durou: 3 anos, entre 1519 e 1522
Meios de transporte: Uma esquadra de caravelas
Ponto de Partida: Sevilha, Espanha

O velho e o mar
Viajante: O canadense Joshua Slocum
Grande Feito: Primeiro velejador a dar a volta ao mundo sozinho
Quanto Durou: 3 anos, entre 1895 e 1898
Meios de transporte: Barco a vela
Ponto de Partida: Boston, Estados Unidos

Nos rastros de Júlio Verne
Viajante: A americana Nellie Bly
Grande Feito: Primeira pessoa a dar a volta ao mundo em menos de 80 dias
Quanto Durou: 72 dias, 6 horas, 11 minutos e 14 segundos, entre 1889 e 1890
Meios de transporte: Navio, trem e cavalo
Ponto de Partida: Nova York, Estados Unidos

Na base da pedalada
Viajante: O inglês Thomas Stevens
Grande Feito: Deu uma volta ao mundo de bicicleta
Quanto Durou: Quase três anos, entre 1884 e 1886
Meios de transporte: Além da bike, alguns trechos de navio, trem e até a pé
Ponto de Partida: São Francisco, Estados Unidos

Com o pé na estrada
Viajante: O americano David Kunst
Grande Feito: Primeiro homem a dar a volta ao mundo a pé
Quanto Durou: Quatro anos, entre 1970 e 1974
Meios de transporte: Além dos próprios pés, aviões apenas para atravessar os oceanos
Ponto de Partida:Waseca (Minnesota), Estados Unidos

Aventura em classe econômica
Viajante: O chinês Zhu Zhaorui
Grande Feito: Conseguiu dar uma volta ao mundo com só 3 mil dólares
Quanto Durou: 77 dias, em 2002
Meios de transporte: Avião
Ponto de Partida: Xangai, China

Balão Mágico
Viajante:O suíço Bertrand Piccard e o inglês Brian Jones
Grande Feito:Primeira volta ao mundo em um balão
Quanto Durou: 20 dias, em 1999
Meios de transporte:O balão Breitling Orbiter 3
Ponto de Partida: Chateau d'Oex, Suíça

Navegador Moderno
Viajante:Você
Grande Feito:Primeira volta ao mundo sem precisar sair de casa!
Quanto Durou:O tempo que você quiser
Meios de transporte:A internet
Ponto de Partida: Seu computador

quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Americanos desenvolvem 'camisinha líquida'

Pesquisadores americanos estão desenvolvendo uma “camisinha líquida” para proteger as mulheres contra o vírus da Aids.
O líquido formulado pela equipe da Universidade de Utah se transforma em uma cobertura de gel quando inserida na vagina.

Depois, quando exposta ao sêmen, ele retorna à forma líquida e libera uma droga anti-viral para atacar o vírus HIV.

Porém a tecnologia, descrita em um artigo na revista científica Journal of Pharmaceutical Sciences, ainda deve demorar cinco anos para ser testada em seres humanos.

E os pesquisadores prevêem que ainda levará cerca de dez anos antes de que o produto possa ser usado em larga escala.

“O nosso maior objetivo para esta tecnologia é proteger as mulheres e seus filhos no útero ou recém-nascidos de serem contaminados com o vírus da Aids”, disse o pesquisador Patrick Kiser.

Esforço mundial

O projeto da Universidade de Utah é parte de um esforço mundial de pesquisa para desenvolver “microbicidas” – sistemas para administração de drogas por meio de géis, esponjas ou cremes para prevenir infecção pelo HIV ou outras doenças sexualmente transmissíveis.

Esses produtos são vistos como uma maneira de as mulheres ganharem poder para se protegerem contra o HIV, particularmente em nações pobres onde a Aids é mais disseminada, onde o índice de estupros é alto, onde o acesso às camisinhas é difícil ou seu uso é considerado tabu.

Os microbicidas de primeira geração testados atualmente devem estar disponíveis dentro de quatro anos, com uma taxa de efetividade entre 50% e 60%.

Segundo Kiser, porém, esses microbicidas duram apenas por um curto espaço de tempo e têm de ser usados pouco antes da relação sexual.

A vantagem potencial da nova tecnologia que está sendo desenvolvida por sua equipe é que ela terá duração muito mais longa.

“Estamos trabalhando em um sistema de administração de microbicida que poderia ser usado uma vez ao dia ou uma vez ao mês”, disse ele.

Sem efeitos colaterais

Os testes já mostraram que seu “hidrogel” não deve causar efeitos colaterais ou desconfortos significativos.

Ele foi desenvolvido de maneira a não desidratar as células vaginais, o que pode levar a infecções, e a não ser diluído por outros líquidos.

O próximo estágio deve ser verificar se as drogas anti-virais incorporadas ao hidrogel podem ser administradas com a mesma eficácia demonstrada nos testes de laboratório.

Os pesquisadores se dizem esperançosos de que, como a camada de gel dentro da mulher será muito mais fina do que nos testes de laboratório, a liberação de drogas deve ser ainda mais efetiva.

Fonte: BBC